Login
Registar
  • por
  • spa
  • eng
  • br

Irrimac com aposta forte na manutenção silvícola e florestal

No passado dia 28 de Novembro a Irrimac levou a cabo uma demonstração global dos seus equipamentos onde juntou várias dezenas de convidados e apresentou o seu portfólio de produtos e destacou as suas últimas novidades.
As máquinas para manutenção em áreas florestais são aquelas que atualmente estão a ganhar um maior destaque no seio desta empresa.

Para percebermos melhor o alcance das novidades entrevistámos o seu Diretor Geral, Henrique Duarte, que nos concedeu as seguintes respostas: 

CM: A Irrimac está a apostar na área florestal. Qual a razão desta aposta? Quais os equipamentos e marcas que optaram por acrescentar ao vosso portfólio?
HD: É um virar de página, somos especialistas em relvados e jardins, a área florestal acaba por ser um passo lógico, tendo em conta que dentro das marcas que comercializamos já existe uma gama de produtos que acabam por ir nesse sentido, não menos importante, os últimos incêndios acabaram por criar nova legislação e novas necessidades dentro do mercado nacional. 

Como novidades no nosso portfólio:

A nossa aposta, passa por máquinas mais eficazes, menos poluentes, mais produtivas. Na gestão da silvicultura procuramos produtos especiais criados para ir ao encontro das necessidades do dia-a-dia. A Foamstream é o meio para combater/controlar o crescimento de ervas daninhas de forma ecológica com uma base de água quente e espuma garantindo ser uma solução eficaz ao Glifosato tanto mais que, não provoca danos nas outras espécies, não possui períodos de quarentena e acima de tudo respeita a atividade do dia-a-dia das escolas, lares, creches, jardins públicos onde é possível em simultâneo fazer o controlo das ervas daninhas e manter as atividades diárias destes espaços, sem qualquer risco para o ser humano, é um passo qualitativo muito grande.

A Spider, é um robot de controlo remoto, que permite fazer cortes até 55° de inclinação, sendo a máquina ideal para cortar em taludes, corta tudo o que nasce num período de um ano, sem projetar destroços, o seu baixo peso de apenas 376 Kg, e o seu sistema patenteado de rodas, permite rodar a 360°.

A Ventrac é um trator com motor diesel Kubota que alia o seu baixo peso à capacidade de acoplar em segundos mais de 30 implementos, consegue ser pilotado e trabalhar até 30° de inclinação lateral. Com um chassis articulado e com oscilação consegue vencer os obstáculos do terreno, sendo uma máquina versátil e de grande utilidade.

A Greenmech é a escolha profissional, pois são máquinas biotrituradoras que apostam num sistema revolucionário de lâminas de corte redondas, com maior rendimento, maior vida útil, menos manutenção, menor necessidade de potência.

CM: Além disso, sabemos que a Irrimac tem um novo diretor comercial. Quais as mais valias que se esperam desta incorporação?
HD: Para atender de forma mais objetiva a esta nova realidade, houve a necessidade de separar a atividade do Golfe da área de limpeza de bermas de estrada, floresta, jardins, rega e agricultura como tal fazia todo o sentido a existência de um responsável que fizesse a gestão e o acompanhamento destas áreas de negócio. Aumentar e incrementar o crescimento nestas áreas que para o futuro da Irrimac vão ser fundamentais, otimizar a rede de distribuidores locais e a implementação de ferramentas de CRM, por isso contratámos um profissional de grande experiência como é Francisco Sales.

CM: Nesta demonstração de equipamentos foi possível ver máquinas diferentes do comum. A vossa aposta passa por este tipo de máquinas diferenciadas? Quais os resultados? Paga-se um preço alto por ser pioneiro?
HD: As máquinas vistas na nossa demonstração assentam por base na nossa aposta em apresentar máquinas especificas que venham a permitir aos seus utilizadores aportar um maior rendimento, serem mais eficazes e, o mais importante, dar soluções para que no dia-a-dia essas tarefas sejam bem executadas. Normalmente estas tarefas exigem muita mão-de-obra, a nossa missão é oferecer ferramentas que reduzam essa necessidade. Todos sabemos o quanto é difícil a mudança de atitudes, mas temos consciência e sabemos que esse é o caminho, até porque  estes equipamentos são bastante comuns em mercados como o Alemão ou o Holandês ou mesmo o Françês.

CM: Esta aposta noutros países já está consolidada?
HD: Sim, o Norte da Europa, a  Alemanha, a Holanda, a França, a Bélgica e agora a Espanha já apresentam este tipo de soluções, para não falar em mercados, como o Americano ou o Australiano, onde estes equipamentos são muito comuns.

CM: Como opera a Irrimac? Diretamente junto do cliente final? Com distribuidores locais?
HD: A forma normal da Irrimac operar é junto da rede de distribuidores locais. Trabalhamos muito com os municípios fazendo demonstrações e apresentando as nossas soluções.

CM: Como tem evoluído o negócio da IRRIMAC ao longo dos anos?
HD: Como grande parte das empresas a Irrimac tem um antes da crise e um depois, assim o facto de iniciar a actividade em 1995 foi muito importante porque nos deu 12 anos de crescimento muito sustentado. Com a crise a nossa faturação desceu consideravelmente e foi necessário redimensionar a nossa estrutura e forma de trabalhar. Hoje estamos muito mais fortes e maduros e voltámos a crescer no volume de vendas esperando voltar a atingir valores recorde nos próximos 3 anos.

CM: O que podemos esperar da Irrimac para o futuro?
HD: No futuro a Irrimac será uma empresa de Distribuição de equipamentos de Grande Qualidade apoiada numa rede de Distribuidores Qualificados para dar um apoio de Excelência a todo o mercado Nacional.

Para terminar, devo referir que apesar das vicissitudes do mercado em Portugal, quer pela sua dimensão quer pelo conservadorismo o nosso Mote de trabalho tem-se mantido uma constante:

Qualidade, Serviço e Compromisso que é o mesmo que dizer a elevada Qualidade dos equipamentos que representamos, os serviços que prestamos e que garantem a manutenção dessa qualidade no tempo e o Compromisso de manter uma relação leal com os todos os nossos clientes.

Publicado em: 06 DEZ 2018
GalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGallery