Login
Registar
  • por
  • spa
  • eng
  • br

Tima, uma empresa cheia de tradição em equipamentos de movimentação de cargas

Recentemente visitámos a Tima onde, conversando com o seu administrador João Camilo Alves, nos foi possível perceber melhor a abrangência desta empresa na área da movimentação de cargas. 

Entrevista a João Camilo Alves:

CM: A Tima é uma empresa com uma grande tradição e experiência na área dos equipamentos de movimentação de cargas em Portugal. Pode contar-nos resumidamente o seu percurso?

JCA:
O percurso começa em 1965 na necessidade de um empresário da Indústria das Madeiras em modernizar processos, trazendo para Portugal uma pequena frota de Empilhadores para a sua Empresa (numa altura em que não existiam fornecedores deste tipo de equipamentos a atuar em Portugal).

O “passa-palavra” que se gerou a partir desse momento em outras empresas do sector levou ao projeto e criação da Tima, fundada com o objetivo de comercializar em Portugal esses mesmos produtos, num caminho que conta já com mais de 50 anos de História e que passou por diversos episódios e fases, inclusive um período onde os Empilhadores tinham o selo “made in Portugal” – numa fábrica localizada no Concelho de Ourém.

CM: A TIMA tem um portfólio de marcas reconhecidas muito complementar entre si. Pode explicar-nos o alcance deste portfólio de produtos e caraterizar-nos as diferentes marcas com que trabalham?

JCA: O Grupo Tima é uma empresa 100% vocacionada à comercialização e pós-venda de equipamentos de movimentação de carga, procurando sempre contar com uma gama de soluções para todo o tipo de clientes e operações.

Desde a Unicarriers (antiga Nissan/Atlet), com a sua gama completa de soluções contrapesadas e de armazém, à Ausa (equipamentos Todo-Terreno e de construção), a Combilift/Aisle-Master (equipamentos para cargas longas e operações em corredores muito estreitos), sem esquecer o mercado “económico”, entre outros, procuramos ter sempre “uma solução para cada cliente” e nunca o contrário.

CM: Como é trabalhar hoje em dia em áreas tão exigentes como a logística? Como estão a enfrentar este período de forte crescimento, mas também de forte mudança na área logística em Portugal e no mundo?
 
JCA:
A exigência não é algo novo. Ela já existia em 1965 (ainda que numa forma muito diferente) e sempre existiu e existirá, cabendo ao Grupo Tima manter o seu trabalho de antecipação e adaptação às mudanças de paradigmas normais do mercado.

Na área específica da Logística, fomos das primeiras empresas a introduzir frotas em regime de aluguer de longa duração, algo que ainda hoje representa uma fatia importante da nossa operação, com um parque de renting com mais de 300 máquinas em operação permanente nos maiores operadores logísticos.

O foco no cliente e nas suas necessidades – desde a compra ao após-venda – com o profissionalismo e seriedade que é nossa imagem de marca no mercado, é a chave do sucesso que nos permite continuar a ser “a mais antiga empresa do sector em Portugal”.

Publicado em: 15 DEZ 2018
GalleryGalleryGalleryGallery