Login
Registar
  • por
  • spa
  • eng
  • br

A SDF bem representada com as três marcas na sua quinta edição da AgroGlobal

A SDF, que em Portugal comercializa a Same, a Deutz-Fahr e a Lamborghini marcou mais uma vez presença na AgroGlobal mostrando os últimos desenvolvimentos das três marcas para o mercado nacional. 

Falámos com Arnaldo Caeiro que nos mostrou mais de perto as novidades. 

CM: Arnaldo Caeiro, mais uma feira, e mais uma presença da SDF em Valada do Ribatejo. Como está a correr a vossa presença na feira?
AC: Esta é a nossa quinta presença na AgroGlobal. Pessoalmente, sempre acreditei nesta feira. Tem uma dinâmica diferente, o efeito sobre as pessoas é muito forte.  Para dar um pequeno exemplo, ontem ao final da tarde, recebemos dois tratores novos, e rapidamente aparecerem grupos de pessoas a espreitar as novidades. É uma feira especial! 

CM: E em termos de tratores, quais são as novidades?
AC:
 Temos um novo trator da Série 9, modelo já lançado em 2015, mas que é das primeiras unidades a virem para Portugal.Além disso temos a nova Série 6TTV apresentada internacionalmente em Julho na Alemanha.Os novos Same 55 Natural e Lamborghini RF 75 Trend, que são tratores fruteiros com equipamento muito simples dos 55 aos 80 cv. De acordo com a nossa experiência, são tratores que se adaptam muito bem ao nosso mercado. São tratores estreitos, de pequena e média potência, com largura até 1,45/1,50 m.Equipamentos com muito potencial de vendas no mercado. As encomendas estão já a notar-se muito, pois os concessionários acreditam neste tipo de produto, e isso é o primeiro passo para o sucesso!  

CM: Relativamente à diferenciação entre Same, Deutz e Lamborghini. Os clientes já têm perceção das diferenças entre as marcas?
AC: 
O perfil do cliente está a adaptar-se muito rapidamente. Quando procuram tratores de elevada potência e com maior desempenho procuram maioritariamente Deutz-Fahr. Quando pretendem um produto de menor potência e mais especializados recorrem à Lamborghini e à Same. É um percurso natural. 

CM: Proximamente deverão existir algumas alterações no mercado de tratores, nomeadamente no que diz respeito à forma de comercialização de algumas marcas. Que previsões faz para o futuro da distribuição de tratores?
AC: O sucesso de uma marca está diretamente ligado à capacidade competitiva da rede de concessionários que conseguir criar e depois à forma como essa rede for gerida em termos de apoio de vendas (marketing, serviço, financiamento, …). A experiência no mercado português tem demonstrado que as marcas que mais sucesso têm alcançado são aquelas que têm conseguido apresentar algo inovador em termos de estratégia de distribuição, marketing, campanhas e produtos. 

CM: Na última AgroGlobal falámos acerca dos Agricenter, lojas de componentes e acessórios para a agricultura. Qual a evolução dos Agricenter nestes dois anos?
AC: A evolução foi positiva mas a um ritmo menor daquilo que esperávamos. Neste momento temos 3 centros - 1 na zona Sul e 2 na zona Centro. O ritmo de implementação dessas estruturas de distribuição de acessórios e de componentes tem sido algo lento. Isso tem a ver, essencialmente, com a estrutura dos concessionários. Apesar do investimento não ser demasiado elevado, sempre obriga a ter mais alguma capacidade financeira. Além disso nem todas as zonas do país têm potencial para este tipo de negócio. Alguns concessionários têm uma carteira de clientes grande mas a assistência é feita fora da empresa, assim não são muitos os agricultores a entrar na empresa numa base diária. Noutros, em contraste, existe capacidade de mobilização junto dos clientes e é com esses que prevemos abrir novos Agricenter. 

CM: Até ao final do ano haverá novidades de produto?
AC: Até final do ano não haverá novidades. Em Julho foram apresentadas internacionalmente as novas séries 6 e 7, com transmissão de variação contínua, transmissão robotizada C-Shift e Powershift. No entanto, por força das diretivas europeias teremos de apresentar novos produtos no início de 2017 nos tratores acima dos 102 cv. Nessa altura falaremos das novidades. 

CM: Existe previsão de englobar a Gregoire, que é uma marca de equipamentos para vinha do grupo SDF, na vossa rede de concessionários?
AC: A estrutura de distribuição da Gregoire é autónoma, embora num futuro mais ou menos próximo, a Gregoire, quando procurar novos concessionários ou pontos de apoio, o deverá fazer dentro da rede SDF. Colaboramos sempre que nos pedem algum apoio, quando algum concessionário manifesta interesse colocamo-lo em contacto direto com a marca. 

CM: Qual tem sido a reação das pessoas que vos têm visitado?
AC: As pessoas têm sobretudo gostado das novidades que apresentamos aqui, nomeadamente as séries 6 e 9, que ao serem tratores de elevada potência, faz com que as pessoas os queiram, desde logo, experimentar. O design muito agressivo e apelativo dessas máquinas faz atrair muitas pessoas ao nosso espaço na AgroGlobal. 

Deutz-Fahr apresentou recentemente nova geração de tratores das Séries 6 e 7 
O futuro da tecnologia de tratores foi exposto num evento realizado em Dresden, de 5 a 7 de julho de 2016. Sob o tema Future Farming 2016, a Deutz-Fahr aproveitou este grande evento para apresentar a nova geração de tratores das Séries 6 e 7. 

Cerca de 1000 parceiros comerciais e mais de 110 jornalistas de 28 países puderam testemunhar ao vivo a forma como os especialistas em tecnologia agrícola de Lauingen an der Donau pretendem utilizar a mais inovadora tecnologia de tratores "Made in Germany" para dar resposta ao aumento das exigências mundiais de eficiência e produtividade no setor agrícola.  

No centro do evento "Future Farming" estiveram os tratores das Séries 6 e 7. Durante o mesmo, a Deutz-Fahr partilhou a sua visão para o futuro dos tratores nestas duas gamas de produto: um design moderno e compacto, um nível de conforto elevado e tecnologia de primeira classe em todos os aspetos. Os participantes puderam experimentar pessoalmente o elevado nível de inovação nas novas gamas de tratores, contando para isso com o apoio dos colaboradores da Deutz-Fahr. Dezanove tratores das novas Séries 6 e 7, cinco da Série 9 e a nova ceifeira-debulhadora C9206 TSB puderam ser testados durante o evento. 

Durante os três dias passados na bonita e histórica cidade alemã de Dresden, os convidados tiveram também a oportunidade de conhecer toda a gama de tratores Deutz-Fahr de 35 a 340 CV, as ceifeiras debulhadoras de 250 a 395 CV, os empilhadores telescópicos e os equipamentos para forragem dotados de avançados sistemas de agricultura de precisão. 

As Séries 6 e 7, juntamente com a Série 9 apresentada em 2015, constituirão a principal produção da nova Deutz-Fahr Land, a mais moderna fábrica de tratores da Europa, construída em Lauingen an der Donau e que atualmente se encontra em fase de testes.  

"Estes novos tratores topo de gama são o resultado do trabalho desenvolvido nos últimos anos para completar e renovar a nossa oferta de produtos" – afirma Lodovico Bussolati, Diretor Executivo da SDF – "As novas Séries 6 e 7, juntamente com a Série 9 lançada no ano passado e a inovadora fábrica e centro de apoio ao cliente em Lauingen, são pilares fundamentais para a estratégia que a Deutz-Fahr pretende seguir nos próximos anos". 

O evento foi também a oportunidade perfeita para apresentar o novo Deutz-Fahr Arena, um centro que se encontra atualmente em construção em Lauingen e que deverá ficar concluído no início de 2017. O Deutz-Fahr Arena abrange uma área de 3800 m2 - construído junta à nova fábrica da Deutz-Fahr - dedicada a clientes e parceiros comerciais, os quais terão acesso a uma sala de exposições, a um museu, a uma zona de restauração, a uma loja, a um cinema, a salas de formação e a uma ampla zona de testes. No futuro, o Deutz-Fahr Arena proporcionará aos convidados da Deutz-Fahr a melhor oportunidade para experimentarem todos os tratores de alta tecnologia "Made in Germany”.

Publicado em:19 SET 2016
GalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGalleryGallery