Popup Banner Popup Stihl Passatempo Primavera 2024
NOTICÍA

A Ford Trucks atinge um marco importante com a ignição do motor a hidrogénio de vários cilindros

27 Jun 2024

A Ford Trucks assinalou mais um projeto significativo no domínio das tecnologias de transporte sustentáveis, progredindo de forma constante em direção ao seu objetivo de neutralidade carbónica. Depois de no ano passado ter avançado com a investigação de um motor monocilíndrico a hidrogénio, realizou com sucesso o primeiro arranque do seu multicilíndrico H2-Ecotorq.

 

Acelerando os seus esforços de I&D, em linha com a sua visão de "criar valor com as soluções de transporte mais eficientes" e com o seu objetivo de um futuro de emissões zero, a Ford Trucks levou os seus esforços em tecnologias de combustíveis alternativos a outro nível. Dando continuidade às suas operações de motores a hidrogénio, que tiveram início no ano passado com um motor de investigação monocilíndrico, a Ford Trucks foi mais além, tendo agora conseguido a primeira ignição do motor multicilíndrico H2-Ecotorq, que é também um design próprio da Ford Trucks.

 

Os engenheiros da Ford Trucks continuarão a trabalhar na otimização dos sistemas e desenvolvimento do motor, que apresentou resultados positivos nos primeiros testes.

 

Este marco representa um importante passo na expansão do portfolio de produtos neutros em carbono da Ford Trucks como solução de veículos emissão zero. Com este desenvolvimento a marca dá também um passo relevante no seu objetivo de emissões zero para veículos comerciais pesados até 2040.

 

A Ford Trucks continua os seus investimentos em emissões zero

 Em linha com a sua visão de sustentabilidade, a Ford Trucks lidera as tecnologias de transporte do futuro no sector dos veículos comerciais pesados.

 

A iniciar uma jornada de transformação significativa com o movimento “Geração F", focado em tecnologias de emissões zero, conectadas e autónomas, a Ford Trucks trabalha para lançar nas estradas, em 2025, o seu primeiro camião totalmente elétrico.

 

Centrando-se em tecnologias de combustíveis alternativos paralelamente à eletrificação, a marca está a desenvolver o primeiro veículo de células de combustível de hidrogénio (FCEV) F-MAX no âmbito do projeto da União Europeia "Ecossistema de Transporte de Emissões Zero", com uma visão de contribuir para o futuro das soluções de mobilidade.