Login
Registar
  • por
  • spa
  • eng
  • br

Euro Auctions realiza maior leilão de sempre de equip. industriais, construção e agrícolas

O Parque de Leeds vende 4,645 lotes em leilão ao longo de 3 dias realizando um total de vendas de cerca de 38 Milhões de Euros Euro Auctions, empresa de Leilões pioneira no Reino Unido de Equipamentos Industriais, Construção e Máquinas Agrícolas, atingiu um novo recorde de um total de 4.645 lotes vendidos ao longo de três dias no renovado parque de leilões de Leeds (UK), realizando um total de vendas de cerca de 38 Milhões de Euros. Este resultado de Leeds, coloca este leilão da Euro Auctions como o maior da Europa dos últimos Anos.

“Registámos uma excelente participação no nosso recente leilão de Leeds (UK) com mais de mil concorrentes inscritos, representado mais de 63 países de todo o mundo. Mais de 42% das vendas foram feitas através da Internet, o que fez com que batêssemos o nosso melhor número de sempre", afirmou Jonnie Keys, Diretor Geral da Euro Auctions. "Em geral, descobrimos que os compradores preferem uma mistura dos canais de compra, o presencial e via internet, com muitos a optarem por inspecionar os equipamentos fisicamente na véspera do leilão, optando pela compra “online” no local que mais seja conveniente. Conseguimos desta forma ir ao encontro das necessidades e preferências de cada comprador, quer presencialmente, quer “on-line” ou de ambas as formas. "Assistimos igualmente a um verdadeiro aumento na procura de equipamentos, especialmente de toda a Europa, que quando combinada com o aumento significativo de novos licitantes, confirma que muitos mercados estão ativamente à procura de novos investimentos, estando disponíveis para adquirir equipamentos recentes, com boa qualidade e poucas horas." 

Equipamentos de qualidade, com poucas horas e bem mantidos, oriundos de empresas de aluguer que são referência do Reino Unido foram consignados para este leilão, devido à atual política de renovação de frota seguida por este tipo de empresas, que aproveitam a oportunidade de renovar a frota em virtude de os fabricantes concederem descontos bastante significativos para grandes encomendas de equipamentos. A alugadora Ardent, é um bom exemplo desta estratégia referida, após ter recentemente adquirido a OneCall e ForkRent (empresas referência de aluguer de equipamentos) trouxe a Leeds mais de 200 máquinas em consignação, dos anos 2013-15,  para serem leiloadas.  A alugadora “A Plant” inscreveu também em leilão mais de 300 máquinas, e mais de 200 equipamentos foram também inscritos pelas alugadoras CW Plant Hire , Select, WH Bond e Keyway. 

“A atividade agrícola tem passado um momento difícil ao longo dos últimos 18 meses, mas parece haver uma luz ao fundo do túnel com a desvalorização da Libra a provocar um aumento dos preços do leite, carne bovina e suína.

As vendas de equipamentos novos para o mercado agrícola tem sido lento, com a procura virada para o mercado de usados. Esta forte procura por máquinas de qualidade e poucas horas foi verificada pelos resultados do lote de tratores McCormick em leilão, que alcançaram valores superiores ao normal, devido a apresentarem poucas horas e serem vendidos com vários extras. Temos sido “inundados” com pedidos de informação para este tipo de tratores, e isso, reflete-se no preço alcançado, que foi acima das expetativas”. 

Este leilão contou com mais de 50 tratores em consignação, (incluindo John Deere, New Holland, JCB, Massey Ferguson, McCormick e Claas), mais de 30 reboques agrícolas, mais de 50 Telescópicos, mais de 20 reboques, além de uma excelente oferta de retroescavadoras, espalhadores e mini-pás carregadoras. 

Outros equipamentos que mereceram destaque, uma grande oferta de Telescópicos JCB 540/170 e 535/140s, uma série de Carregadoras, Motoniveladoras, Escavadoras, Cilindros, Dumpers de vários tamanhos, Empilhadores, Plataformas elevatórias e Reboques. Uma grande oferta de veículos que vão desde “quad´s”, automóveis executivos e vários SUV 4x4 de prestígio com poucos quilómetros, incluindo uma série de Land Rover Defender. 

O parque de 10 Hectares, da Euro Auctions em Leeds dispõe de todas as infra-estruturas necessárias de apoio aos leilões, incluindo espaço para as “linhas” de vendas, estacionamento para visitantes, escritórios administrativos, estacionamento para visitantes e edificios auxiliares. Com o aumento da oferta que temos registado, foi necessário adquirir um novo terreno, adjacente, de 32 Hectares no início deste Ano, tendo sido já utilizados 16 Hectares para expôr equipamentos para esta venda. 

Além da forte participação de Reino Unido e da República da Irlanda, houve também uma forte participação da Polónia, Holanda, Alemanha, Roménia, Finlândia, Espanha e Bélgica, atraídos por equipamentos de qualidade e taxas de câmbio favoráveis, ​​originando uma forte participação. 

“Assistimos a uma forte procura de toda a Europa com destaque para os compradores da Holanda, Polónia e Espanha. Na verdade, temos tido especificamente um maior envolvimento Espanhol no nosso parque de Leeds, que mais uma vez, prova a procura por equipamentos em bom estado, significando, naturalmente, um bom indicador para a economia em geral." 

Mais de 6% das vendas totais tiveram como destino o Médio Oriente, com cerca de 1% a ser exportado para África, Ásia, Oceânia e América do Norte. Quando os compradores sabem o que temos para leiloar, eles sabem que podem vir, e experimentar, desde automóveis comerciais até escavadoras, compressores até plataformas elevatórias, alem da restante oferta disponível para ser “levada para casa” de imediato. 

Por todo o mundo, muitos dos maiores projetos de infra-estruturas do Médio Oriente estão em “standby” com equipamentos pré-comprados, mas a incerteza futura impede o seu inicio.A Índia continua a pressionar o mercado global de retroescavadoras consumindo mais de 32% do total de vendas de 2015 a nivel global, o que significa que se aproxima das 200.000 unidades deste tipo de equipamento, o que representa cerca de 50% de todos os equipamentos de construção vendidos. A Tailândia, também está registando bons sinais de crescimento após a crise global. 

As recentes alterações nas taxas de câmbio tornam o Reino Unido um mercado atraente para compradores dos EUA , embora a participação deste mercado esteja condicionada pela diferença horária. O recente “boom” no setor de mineração Australiano, está agora a ser seguido pelo setor da construção com muitas obras em carteira, originando uma procura por escavadoras, bulldozers, retroescavadoras e equipamentos de menor porte. Grandes projetos de infra-estruturas rodoviárias estão também prestes a começar, como a maior infra-estrura rodoviária na zona Oeste, orçada em 3,98 mil milhões de Dólares, devendo criar 5.600 novos postos de trabalho. A execução de todas estas obras, irão naturalmente, originar uma procura por equipamentos de terraplanagem pesado de qualidade. 

Jonnie Keys conclui: "Fomos pioneiros na forma de venda utilizando a maneira americana de venda em desfile na Europa, tendo-se tornado uma “marca registrada” de todos os nossos leilões, temos investido na expansão dos nossos parques de Dromore na Irlanda do Norte e Leeds no Reino Unido. Apostámos igualmente em diferentes mercados, investindo em parques em, Brisbane-Austrália, Dormagen-Alemanha, Zaragoza-Espanha e mais recentemente nos EUA em Houston-Texas. Com uma crescente participação de novos clientes, e um aumento esperado no sector da construção, provocando uma procura por equipamentos usados a nível ​​global, estamos perfeitamente posicionados para oferecer a todos os nossos clientes, uma forma rápida de venda e de compra, de modo a ir ao encontro das necessidades de cada um."

Publicado em: 13 SET 2016
GalleryGalleryGallery